Publicidade

Justiça? Mas que Justiça é a nossa?

A Justiça brasileira, inflacionada com tantas possibilidades de recursos, é das mais injustas com os cidadãos comuns

Por Celso Lungaretti – A companheira advogada Vera Vassouras pede que divulgue seu desabafo contra o que ela qualifica de “crimes do sistema judicial brasileiro, ao negar a aplicação das normas jurídicas, ao criar métodos de interpretação para aumento das incertezas, ao estabelecer a dúvida como padrão de comportamento daqueles que buscam sua proteção, ao apropriar-se do tempo de vida na longa tortura da espera, na apropriação de bens de inocentes e fragilizados”. Segundo ela, tais distorções fazem do Judiciário um “artífices da degradação da sociedade”.

Justiça envia caso de Neymar para tribunais de Barcelona

Neymar durante partida contra o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões, na Alemanha

O Tribunal Nacional decidiu transferir o caso que investiga supostas irregularidades na contratação de Neymar por parte do Barcelona aos tribunais de Barcelona, segundo nota divulgada nesta sexta-feira.

SP: Justiça determina que metroviários trabalhem durante paralisação

Justiça determina que metroviários paulistas trabalhem nos horários de pico durante a greve marcada para quarta-feira

Os metroviários paulistas escalados para os horários de pico, das 6h às 9h e das 16h às 19h, deverão comparecer ao trabalho, na próxima quarta-feira quando a categoria decidiu iniciar uma greve.

França confirma proibição sobre táxis não licenciados e prejudica Uber

O conselho constitucional da França disse que táxis não licenciados precisam voltar às bases após deixar um cliente no destino

A mais alta corte administrativa da França confirmou restrições sobre serviços de táxi não licenciados numa decisão que aumenta os problemas jurídicos da startup norte-americana Uber.

Justiça interdita La Bombonera após violência em estádio na Argentina

A agressão ocorreu no início do segundo tempo, no momento em que os jogadores do River entravam no estádio La Bombonera

O Estádio do Club Atlético Boca Juniors, popularizado como La Bombonera, foi interditado após os episódios de violência registrados na noite desta quinta-feira durante as oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Fies: Justiça suspende prorrogação do prazo para novos contratos

Na ocasião, ao se manifestar sobre o caso, o MEC alegou não ter orçamento para bancar novos contratos de financiamento estudantil

O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, desembargador Cândido Ribeiro, suspendeu a decisão da Justiça Federal de Mato Grosso que determinou a prorrogação do prazo de inscrição para novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Liga da Espanha tenta bloquear plano da federação de suspender os jogos

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi durante partida entre Real Madrid e Barcelona na Liga Espanhola

A liga profissional de futebol da Espanha (LFP) acionou a Justiça para tentar reverter a decisão da federação espanhola (RFEF) de suspender os jogos do Campeonato Espanhol a partir de 16 de maio, devido a uma disputa com o governo em torno de uma nova legislação sobre os direitos de TV.

Proteste tenta derrubar aumento na conta de água em São Paulo

A Proteste entrou com recurso contra o reajuste de 15,24% na conta de águ

A Associação de Consumidores Proteste tenta barrar na Justiça o aumento de 15,24% na conta de água dos consumidores abastecidos pela Companhia do Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Na terça-feira, a entidade entrou com recurso, na 8ª Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo, contra o reajuste.

Justiça derruba liminar e libera aplicativo de transporte Uber no Brasil

Para o sindicato, os veículos cadastrados no aplicativo, que são carros particulares, não seguem as normas de identificação

A Justiça de São Paulo derrubou a liminar que proibia o funcionamento do aplicativo de carona remunerada Uber no país. A decisão libera o aplicativo e também sugere ao Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores nas Empresas de Táxi do Estado, autor da ação, para que peça ao Ministério Público a instauração de inquérito civil.

Professores estudam ir à Justiça contra governo do Paraná

O Ministério Público do Paraná instaurou procedimento para apurar as responsabilidades por eventuais excessos de policiais

Em greve desde a última segunda, os professores da rede estadual do Paraná definiram nesta quinta-feira que medidas vão tomar para responsabilizar o governo do Estado e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), pela ação policial que, nesta quarta, deixou centenas de servidores públicos feridos.

Publicidade