Lista de torturadores durante a ditadura militar está disponível no Arquivo Nacional

3/1/2012 9:10
Por Redação, com ABr - do Rio de Janeiro


tortura

As cenas de tortura a prisioneiros do regime eram comuns durante a ditadura militar

O Arquivo Nacional recebeu, nesta terça-feira, a documentação do acervo de Luiz Carlos Prestes que traz uma lista com 233 nomes de torturadores feita por 35 presos políticos, em 1975, durante a ditadura militar. O acervo pessoal, que será entregue no dia em que Prestes completaria 114 anos, estava sob custódia da viúva dele, Maria Prestes. A cerimônia de doação do acervo ocorrerá a partir das 15h na sede do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro.

A lista com os 233 nomes foi elaborada por presos políticos de São Paulo durante uma reunião do Comitê de Solidariedade aos Revolucionários do Brasil. A lista é parte de um documento – datilografado – chamado de Relatório da 4ª Reunião Anual do Comitê de Solidariedade aos Revolucionários do Brasil, datado de 1976.

Em entrevista a jornalistas, Ivan Seixas, ex-preso político e integrante do Núcleo de Preservação da Memória Política, destacou a importância dessa relação de nomes para a história do país.

– Esse é um documento vivo porque foi escrito na época em que as pessoas estavam sendo torturadas e assassinadas ou desaparecendo. As pessoas que estavam presas tinham o compromisso de denunciar os autores e os crimes desses torturadores. Quem está assinando esse documento foi torturado – disse.

De acordo com Seixas, muitas das informações que constam no documento foram mais tarde complementadas.

– Uma boa parte (da lista) era apenas apelidos. Depois se fez um cruzamento de informações e se conseguiu chegar ao nome completo dos torturadores – contou.

Nessa lista, Seixas conseguiu identificar várias pessoas que o torturaram durante a ditadura militar.

– Aqui tem vários nomes de pessoas que trazem péssimas lembranças. Mas é um dever nosso denunciar e dar os nomes principalmente para que as famílias saibam que ele é um torturador – disse.

Segundo ele, na lista há também os nomes dos torturadores da presidenta da República, Dilma Rousseff. A expectativa de Seixas é de que essa relação de nomes também sirva para ajudar a punir os torturadores.

– Acho que é uma obrigação se fazer uma condenação porque o Estado Democrático de Direito não pode ter pessoas acima da lei. Não é uma questão de vingança, é uma questão de justiça. Os policiais que hoje por ventura queiram torturar precisam saber que isso não vai ficar impune. Se você deixa impune, com que moral você condena um torturador hoje? – questiona.

Segundo o Arquivo Nacional, o acervo doado é composto por documentos escritos e iconográficos, produzidos ou acumulados pelo casal Maria e Luiz Carlos Prestes entre as décadas de 1970 e 1990. Entre os documentos estão também correspondências trocadas entre Prestes e parentes, amigos e líderes políticos de várias nacionalidades; aulas e textos referentes ao Partido Comunista Brasileiro. Há também documentos que registram o empenho de Prestes, no período em que ele esteve exilado em Moscou, na década de 70, em denunciar à comunidade internacional a tortura e os assassinatos que eram praticados no Brasil à época.

O acervo doado pela viúva de Prestes vai receber primeiramente um tratamento e só então estará disponível ao público. Segundo a assessoria do Arquivo Nacional, ainda não há uma data para que o material sobre a tortura seja disponibilizado.






Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Correio do Brasil nem refletem a opinião do jornal.

Deixe um comentário

15 Comentários para “Lista de torturadores durante a ditadura militar está disponível no Arquivo Nacional”

  1. Paulo Cesar Semblano da Costa

    É preciso ouvir também as testemunhas que foram brutalizadas pelos que na época participaram da guerrilha.

  2. Marcia Eloy

    Este é um documento histórico!

  3. Gianpiero Zuliani

    Luiz Carlos Prestes éra declaradamente comunista e esse será o argumento contraditório utilizado pelos militares e pela CIA. Entretanto, a maior parte dos que lutaram contra a ditadura eram nacionalistas e democratas e queriam o fim do garrote e das imposições americanas. Bom seria que houvesse mais divulgação do que é e foi a doutrina Monrroe dos EUA para com a América como um todo, e o que resta dela e continua sendo posto em prática. Se forem buscar os arquivos da éra do Getúlio como fica? A famigerada policia do Klinger não foi sopa a nível de tortura. entretanto, não fosse o Getulio ainda estariamos na dobradinha café com leite e sob o tacâo dos barões e coroneis e seus jagunços. Ná Ditadura Militar, tivemos brasileiros esmagando compatriotas pelos interesses Yankees, o que é bem diferente. A nível de história é importante essa divulgação, mas de vingança não, ou vamos descer no mesmo pedestal. O acordo feito pela Lei da Anistia pode ressarcir prejudicados sem ódio, se usado corretamente, o que é, ao nósso ver o ideal para todos ou vamos voltar a caça as bruxas e a comoção nacional desnecessária.

  4. Ana Rosa Menezes

    O titulo da noticia não condiz com o que afirma a matéria na sua ultima frase:”Segundo a assessoria do Arquivo Nacional, ainda não há uma data para que o material sobre a tortura seja disponibilizado.”
    Lamentável.

  5. Graciele

    Ridículo, realmente o título da notícia é uma farsa, não há lista divulgada, é apenas um a promessa.
    Lamentável²

  6. maria celia lemos

    Essas torturas foram visiveis e documentadas e as torturas invisiveis, corrupção, assalto ao bolso do povo mais umilde, tortura psicologica das crianças que passam fome, das mães que querem trabalhar e não tem creche e nem vaga onde elas existem, os torturadores de ilusões que ai estão que prometem mundos e fundos e não cumprem nada. Olha la no Rio aquelas pessoas que sofreram o ano passado e até hoje estão sendo torturadas, alguem viu a reportagem de ontem, onde estão os responsaveis, no minimo o ano vai passar e tudo vai se repetir é lamentavel mesmo que no nosso pais ainda ficamos tristes com coisas que agridem o ser humano no seu mais intimo que é o sentimento, que o faz levar ao desamor a desesperança e chamam isso de pais livre.Abraços!

  7. Antonio Kleber Mathias Netto

    Os uis e os ais dos torturados sempre foram abafados pelo intenso silêncio da mídia. A Rede Globo foi a mais nefasta nesse processo, pois silenciava por dinheiro!

  8. Antonio Kleber Mathias Netto

    Desejo passar os olhos nessa lista!

  9. marcos martinelli

    Dá vergonha ler certos comentários de fascistoides ignorantes. Desconheço gente que tenha sido brutalizada pelos guerrilheiros de esquerda. Eles combatiam torturadores, fardados ou não, bem armados e pagos por um regime de latrocidas que roubaram o poder de um Presidente que há não menos de um an o, no plebiscito do presidencialismo, havia recebido 10 milhões de votos a seu favor, contra dois milhões de votos contrários. As pessoas que eles combatiam eram, em sua imensa maioria, policiais e militares treinados. Do outro lado, sim, casas eram invadidas, crianças mortas e brutalizadas, mulheres estupradas e presos amarrados e indefesos espancados, torturados e assassinados por bandidos fardados. Honro a memória, e os nomes dos milhares de soldados e oficiais que foram expulsos de nossas Forças Armadas por se recusarem a hierarquia e a ordem constitucional, derrubando o Presidente dxa Republica, Comandante em Chefe das For;as Armadas. N’ao o nome daqueles que, com a ajuda de uma pot”encia estrangeira – os Estados Unidos – atacaram e tripudiaram sobre o seu pr[oprio povo e a liberdade e a soberania da Nacao.

  10. MOACIR ANTONIO HABOSKI

    SABER QUE O JORNAL A FOLHA DE SÃO PAULO CEDIA SEUS VEICULOS AOS TORTURADORES…

  11. hermes cavalheiro

    ASSOCIAÇAO DOS TRABALHADORES RURAIS DO VALE DO RIO GUAPORE NO ESTADO DE RONDONIA.VEM MUI.RESPEITOSAMENTE, E RESPONSAVELMENTE.PARABENIZAR A JUSTIÇA.POIS NOS ACHAVAMOS,IMPOSSIVEL.QUE FOSSEM DESVENDAR.ESSAS FORTES SENAS DE TORTURAS.POIS ESSES POLICIAIS DA TORUTRA DO REGIME MILITAR.DEICHARAM SEUS FILHOS OU NETOS.OU SOBRINHOS.QUE ATE HOJE.EXECUTAM,MUITOS ,E MUITOS CASOS.EM QUE E MOSTRADO NAS TVS.POIS VOLTA E MEIA.NOS ESTAMOS ASSISTINDO.POIS EM QUE PRESOS.FICAM ALGEMADOS,E E ALGUNS POLICIAIS FICAM REBENTANDO NO CASSETE.POIS ENTAO.VAI VALER.PARA TODOS.POIS AGORA MESMO,EM 2011.O SENADOR.PAI DO SR.IVO NARCISO CASSOL.DEFENDEU UM DECRETO.PARA CORTAR OS PRESOS NO CHICOTE.ENTAO JA TEM QUE SER INDICIADO.POIS ELE COMETEU UM CRIME.POIS JA COMPROVA A INTENÇAO. POIS ELE E DA EPOCA DA DITADURA.GOSTARIAMOS DE FOR INFORMADOS.QUANDO FOR PUBLICADO ESSE DOCUMENTO.PARA NOS PUBLICOS.NOSSO MUITO OBRIGADO AO JORNAL CORREIO DO BRASIL.POR NOS MANTEREM INFORMADOS.ENTAO PARABENS.AOS SENHORES, SENHORAS DE UMA DAS MAIS EFICAZ NOTICIAS DO BRASIL.NOSSO MUITO OBRIGADO!!! HERMES CAVALHEIRO

  12. jose milbs de lacerda gama

    O REBATE, jornal que edito desde 1966 estará a disposição para textos sobre esta luta. 5a iremos ja iniciar uma publicação . Espaço aberto a todos. http://www.jornalorebate.com que está com 11 milhoes de visitas. Feliz em ver ai acima comentário de meu primo Kleber Mathias Netto. Sobrinho neto de meu avô Mathias Coutinho de Lacerda…Na Luta: Jose Milbs editor

  13. elias h jordão

    O maior e único crime cometido pelos torturados foi lutarem por uma país democrático, justo e solidário. Muitos pagaram com suas vidas por este sonho.

  14. Luk

    Tem que haver punição para esses torturadores,pois caso contrário novas torturas acontecerão.
    Tem gente que fala em punição aos guerrilheiros,mas desconhecem que esses foram mortos pela ditadura e os poucos que sobreviveram as torturas ,ilegais e que não prescrevem, querem ver seus algozes no minimo presos.

  15. jorge

    Põe na internet o mais rápido possível e SEM TRATAMENTO.

  16. Samoel Bianeck

    O que passou, passou. Nos resta agora é divulgar a lista dos CORRUPTOS DE HOJE para que isto näo mais aconteça.
    Tudo isto foi uma consequencia de um estado corrupto da época, o qual estamos a passos largos para que o caos mostre SUA TERRIVEL FACE, e ai as consequencias SERÁ A REPETIÇÄO – a história sempre se repete.
    Neste caso que vantagem teria a naçäo ou nossos filhos de pedirem daqui a vinte anos a LISTA DOS LADRÖES do pantanal central do Brasil?