Ex-servidores do Banco Central são investigados por desviar cédulas que seriam destruídas

Os envolvidos foram indiciados pelo Artigo 290 do Código Penal, por suprimir notas recolhidas para colocá-las de volta em circulação

A Polícia Federal (PF) investigou uma ex-servidora do Banco Central e um ex-funcionário de uma empresa terceirizada por desvio de cédulas que seriam destruídas em outubro de 2013. A PF cumpriu mandado de busca e apreensão na casa da ex-servidora. Computador e documentos foram apreendidos.