Ações do BC para segurar dólar fazem dívida cambial bater recorde em 2014

Apesar da inteferência do câmbio, dívida pública melhorou em alguns indicadores ao longo de 2014

As vendas de dólares no mercado futuro para segurar a cotação da moeda fizeram a dívida interna vinculada ao câmbio encerrar 2014 no maior nível da história. A dívida mobiliária (em títulos) interna corrigida por moedas estrangeiras somou R$ 297,91 bilhões em dezembro.

Juros do cheque especial para pessoas físicas atingem 200,6% ao ano

cheque especial

O destaque nos juros para pessoas físicas são as taxas do cheque especial, que chegam a 200,6% a.a, o mais alto desde 1999. Informações do BC.

Com alta de 0,5 p.p da Selic, economistas elevam inflação

Selic

Economistas de instituições financeiras cravaram as apostas de que o ritmo de aperto monetário será mantido nesta semana e a Selic será elevada em 0,50 ponto percentual, em um ambiente de inflação ainda mais alta e crescimento mais fraco.

Fluxo cambial tem saldo negativo de US$ 2,4 bilhões em oito dias de 2015

dólar

O saldo de entrada e saída de dólares do pais (fluxo cambial) acumula saldo negativo de US$ 2,405 bilhões em 2015.

Para ministro da Fazenda, ajuste fiscal ajuda no controle da inflação

inflação

O ajuste fiscal é ferramenta essencial para ajudar no controle da inflação, disse, nesta terça-feira, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Taxa de juros alcança maior média desde março de 2011, diz BC

Para as empresas, o custo do crédito com recursos livres aumentou em 0,1 ponto percentual para 23,5% ao ano

A taxa de juros cobrada do consumidor chegou, em média, a 44,2% ao ano em novembro, informou o Banco Central (BC) nesta segunda-feira. Este é o maior patamar da série histórica do BC, de março de 2011. A taxa refere-se ao segmento de crédito com recursos livres, nas quais os bancos são livres para escolher as taxas oferecidas aos consumidores.

Inflação segue alta mas tende a cair em 2015, diz BC

Inflação

A inflação brasileira continua elevada e deve subir no curto prazo e continuar alta em 2015, sob a pressão do câmbio e dos preços administrativos, mas ainda no próximo ano ela entra em um “longo período de declínio”, informou o Banco Central nesta quinta-feira.

Ex-servidores do Banco Central são investigados por desviar cédulas que seriam destruídas

Os envolvidos foram indiciados pelo Artigo 290 do Código Penal, por suprimir notas recolhidas para colocá-las de volta em circulação

A Polícia Federal (PF) investigou uma ex-servidora do Banco Central e um ex-funcionário de uma empresa terceirizada por desvio de cédulas que seriam destruídas em outubro de 2013. A PF cumpriu mandado de busca e apreensão na casa da ex-servidora. Computador e documentos foram apreendidos.