UPP Jacarezinho comemora um ano com casamento coletivo

16/1/2014 10:02
Por Redação, com ARN - do Rio de Janeiro


Na ocasião, 18 casais da comunidade e um casal de policiais militares trocarão alianças durante o casamento coletivo

Na ocasião, 18 casais da comunidade e um casal de policiais militares trocarão alianças durante o casamento coletivo

Com direito a tapete vermelho, moradores da comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, vão comemorar nesta sexta-feira, o aniversário de 1 ano de instalação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Na ocasião, 18 casais da comunidade e um casal de policiais militares trocarão alianças durante o casamento coletivo, que será realizado na quadra da Escola de Samba do Jacarezinho.

O capelão da Coordenadoria de Polícia Pacificadora, capitão Enoque Rafael, celebrará o ato religioso, e o casal de cantores da Banda Evangélica No Santuário, Israel Leonardo e Raphaela Carvalho, cantarão valsas de casamento. Um saxofonista e um tecladista da banda da PM vão executar a Marcha Nupcial. A iniciativa visa, também, regulamentar a situação civil dos casais e remover inclusão social.

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, a UPP Jacarezinho e o RIOSOLIDARIO – Obra Social do Rio de Janeiro são os organizadores do evento. A empresa Masan Serviços Especializados, que patrocinou os doces e salgadinhos; a Ambev, que disponibilizou os refrigerantes; e o Senac, responsável por fazer os cabelos e as maquiagens das noivas, são apoiadores.

A cabeleireira Milene Silva, 36 anos, dona de um salão de beleza no Jacarezinho e uma das noivas, ajudou a localizar e convidar os casais da comunidade para se casarem. Outra noiva, a empresária Gisele Soares, proprietária de uma loja de aluguel de roupas de festas no Jacarezinho emprestará os 19 vestidos que serão usados no dia do casamento.

Cartório

A soldado Raquel França, lotada na UPP Jacarezinho, e o soldado Carlos Roberto da Silva França, do 15º BPM (Duque de Caxias), estão entre os noivos. Casados no civil há quatro anos, vão consagrar a união, agora, no religioso. Dos 19 casais, oito se casarão no Civil na véspera do casamento religioso, ou seja, dia 16, no Cartório da 10ª Circunscrição de Registro Civil, no Méier.

Oficina

A Masan, por meio do programa social Quebrando Barreiras, ministra desde o dia 6 de janeiro, a Oficina de Salgados Finos às noivas, seus familiares e moradores que se voluntariaram para ajudar na organização do casamento, em um total de 17 pessoas. A oficina, realizada no centro de capacitação da empresa, segue até o dia 17, e tem como objetivo a produção de 10 mil salgadinhos, 2 mil docinhos, além do bolo dos noivos.

 






Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Correio do Brasil nem refletem a opinião do jornal.

Deixe um comentário