Marco Maia suspende convocação de Palocci até terça-feira

Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), acaba de suspender a decisão de hoje (1º) da Comissão de Agricultura de convocar o ministro chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, para prestar esclarecimentos sobre sua evolução patrimonial. Marco Maia informou ao plenário que na terça-feira da próxima semana anunciará sua decisão sobre a questão de ordem apresentada a ele pelos deputados da base aliada integrantes da Comissão de Agricultura.

“Suspendo a sessão da comissão para que eu possa ver os vídeos gravados da reunião, tomar conhecimento das notas taquigráficas e ouvir os deputados que estavam na reunião. Na terça-feira darei a decisão final sobre a questão de ordem”, disse Marco Maia ao plenário da Câmara. Segundo ele, é preciso tempo para analisar o que ocorreu na votação de hoje do requerimento para a convocação do ministro. “Tomarei uma decisão equilibrada, ouvindo e olhando todos os fatos que aconteceram”.

A decisão de Maia foi contesta pelo líder do DEM, deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (BA), que argumentou que não existe nenhum dispositivo regimental que ampare a decisão do presidente de suspender temporariamente a decisão da Comissão de Agricultura.

A questão de ordem foi lida em plenário pelo deputado Paulo Piau (PMDB-MG), integrante da Comissão de Agricultura. Segundo ele, 30 deputados da comissão assinaram o documento. Nela, os deputados pedem a anulação da reunião da comissão que aprovou o requerimento de convocação do ministro. Eles alegam que a grande maioria dos integrantes do colegiado foi contrária à aprovação do requerimento e que, mesmo assim, o presidente da comissão, deputado Lira Maia (DEM-PA), anunciou a aprovação do requerimento.
 

 

Edição: Rivadavia Severo