Alvaro Dias pede ação do Itamaraty no embargo da Rússia à carne brasileira 

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR), em discurso nesta quarta-feira (15), pediu a intervenção do Ministério das Relações Exteriores para solucionar o impasse entre Brasil e Rússia por causa do embargo comercial à carne e ao leite bovinos e à carne de porco.

Segundo as autoridades sanitárias russas, o Brasil não teria cumprido as exigências sanitárias impostas em 2006, depois da primeira crise por causa de casos de febre aftosa. Os atuais supostos problemas sanitários, segundo disse o senador, vêm impondo perdas milionárias ao setor produtivo, em especial aos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.

– É um prejuízo enorme, de dimensões significativas e pode crescer se o Itamaraty não adotar uma postura competente nesse relacionamento com o principal importador, a Rússia. É um apelo que faço – disse.

Segundo Alvaro Dias, os russos alegam que o governo brasileiro iniciou uma campanha acusando a Rússia de protecionismo, depois que aquele país publicou uma carta dizendo que o Brasil não adotou os procedimentos sanitários necessários para garantir a qualidade da carne aqui produzida. O senador sugeriu que a área técnica deixe a negociação para a diplomacia.

– A questão deve ser conduzida pela diplomacia brasileira. O Itamaraty, auxiliado pela Secretaria de Defesa Agropecuária, e com intermediação da Embaixada do Brasil na Rússia, deve ser o interlocutor junto ao governo russo para afiançar que todas as medidas cabíveis foram adotadas para atender as medidas exigidas – declarou.

 

Da Redação / Agência Senado